Só pesquisa

quarta-feira, 25 de abril de 2012

VAMOS PASSEAR? EXCURSÃO PARA OS 8ºANOS

QUERIDOS ALUNOS DOS 8º ANOS!!!
É COM MUITO PRAZER QUE OS CONVIDO PARA FAZER UMA VIAGEM PELO TEMPO E PELA CIÊNCIA!
VAMOS VISITAR O MUSEU DO IPIRANGA E O INSTITUTO BUTANTAN.
O PASSEIO ACONTECERÁ DIA 14 DE JUNHO.

O QUE VOCÊ VAI VER DE PERTO!!!

MUSEU DO IPIRANGA


Célebre, em decorrência do famoso "grito" de independência proclamado por D. Pedro I, em 1822, a região em torno do rio Ipiranga (hoje Bairro do Ipiranga) sempre foi vista como um local que deveria retratar essa parte da história do Brasil.

Muito discutida durante o século XIX, a idéia de se criar no local um monumento comemorativo veio a concretizar-se em 1882, no momento em que foi escolhido o italiano Tommaso Bezzi para a execução de um projeto.

O edifício de grandiosas proporções, construído em dez anos (1885-1895), em estilo renascentista, seria antes de tudo um estabelecimento de ensino científico; no entanto, um acervo advindo, principalmente, da coleção pessoal de um coronel paulista (Joaquim Sertório) facilitou a instalação do museu no local. Junto a uma estátua em homenagem ao "grito", (projeto do italiano Ettore Ximenez, em granito, com adornos em bronze e, em cujo subsolo se encontram os despojos de D. Pedro I e suas duas esposas) o Museu do Ipiranga, como é carinhosamente chamado pelos paulistanos, faz parte do conjunto denominado Parque da Independência.

Elaborado por uma equipe de paisagistas especialmente contratada para a ocasião, um jardim une o museu e o monumento ao outros edifícios existentes no local (há um viveiro de plantas, um museu de zoologia e uma outra casa histórica, cujo valor patrimonial ainda é discutido). Em estilo francês, com repuxos e aléias em declive, o jardim está localizado em um terreno rebaixado, proporcionando assim, um maior destaque ao prédio do Museu. Buscando a compreensão da sociedade brasileira através de sua história, o Museu Paulista conta, em seu acervo de mais de 125 mil itens, com objetos indígenas, mobiliário, armaria, pinturas, ferramentas e outros instrumentos, muitos de uso pessoal, que retratam a vida no país, desde os idos de 1500 até 1950.


AGORA VAMOS VER ALGUMAS IMAGENS DO BUTANTAN!!!




















Em 1898, uma equipe da Saúde, da qual participava Vital Brazil identificou um surto epidêmico de peste bubônica no porto de Santos que ameaçava alastrar-se. A necessidade de soro levou o Estado a instalar a sua produção em local distante do centro da cidade, tendo sido escolhida a Fazenda Butantan. Em fevereiro de 1901 foi oficialmente criado o Instituto Serumtherapico, posteriormente Butantan.
Treze anos mais tarde, o Instituto ganhava prestígio e importância e sua ampliação era emergente. Inaugurou-se então, o Prédio Central do Instituto, o primeiro a ser construído para instalar propriamente muitos laboratórios.
O Instituto Butantan é um centro de pesquisa biomédica vinculado à Secretaria da Saúde do Governo do Estado de São Paulo. Um surto de peste bubônica que se propagava no porto do Santos em 1889, levou o governo a adquirir a Fazenda Butantan para instalar um laboratório de produção de soro antipestoso, vinculado ao Instituto Bacteriológico
(hoje Instituto Adolpho Lutz).

Esse laboratório foi reconhecido como instituição autônoma em fevereiro de 1901, sob a denominação de Instituto Serumtherápico, sendo designado para primeiro diretor, Vital Brazil Mineiro da Campanha, médico voltado para problemas de saúde pública. Graças ao idealismo de Vital Brazil, que além da produção de soros e vacinas, também se preocupava em desenvolver pesquisas, o Instituto tornou-se internacionalmente reconhecido. Em 1914 foi inaugurado o prédio principal, com as condições necessárias para abrigar os laboratórios, em torno dos quais cresceu uma instituição que combina pesquisa e produção.
O Instituto desenvolve estudos e pesquisa básica na área de Biologia e de Biomedicina, relacionadas, direta ou indiretamente, com a saúde pública. Produz vacinas e soros para uso profilático e curativo. Realiza missões científicas no país e no exterior. Colabora com órgãos da Secretaria da Saúde e do Ministério da Saúde no combate a surtos epidêmicos. Realiza cursos especiais e publicações sobre suas áreas de atuação, que são oferecidos a empresas, estudantes, militares e à população em geral. No programa de formação de recursos humanos, cursos e estágios de aperfeiçoamento são proporcionados aos seus técnicos e aos de outras instituições.
Hoje, tendo por principio o desenvolvimento harmônico e integrado da pesquisa científica e tecnológica, os trabalhos realizados e a qualidade dos imunobiológicos produzidos espelham a competência de seus cientistas e técnicos, que nos seus 100 anos fazem o renome do Instituto Butantan.
A eficiência no uso dos recursos orçamentários e extras orçamentários e a reaplicação dos recursos decorrentes da comercialização de soros e vacinas, têm permitido o desenvolvimento de novas iniciativas do Instituto Butantan, integrando Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico, Produção de Imunobiológicos e Difusão Cultural.
Fonte: Instituto Butantan [ www.butantan.gov.br ]

MAIS INFORMAÇÕES COM AS PROFESSORAS TATI E SATYA!!!

VAGAS LIMITADAS!!!